Assembleia
Boletim Municipal
Agenda Teatro Aveirense
 
Assembleia Municipal de Aveiro no Facebook
Assembleia Municipal Aveiro no Youtube
Assembleia Municipal Aveiro no Twiter
Assembleia Municipal Aveiro no Flickr
  Mensagem Presidente da Assembleia Municipal
Caros aveirenses
A nossa cidade é rica em tradições entre as quais as festas populares e religiosas como o São Gonçalinho ou a festa da nossa Princesa Santa Joana, justamente celebrada em dia de feriado municipal.
Aveiro é também uma terra de outra tradição – a tradição de sermos homens e mulheres livres.
O obelisco junto à sede do clube dos Galitos recorda-nos que em 1828, em Aveiro a luta pela liberdade teve o preço de muitas vidas.
O nosso nome maior, José Estêvão, parlamentar por excelência, defendeu a liberdade como poucos e deixou-nos o grande exemplo de defender o direito de expressão dos seus adversários políticos.
Hoje, passados mais de quarenta anos do 25 de Abril, é preciso fazer a pedagogia da democracia e das suas instituições representativas e isso faz-se com uma maior visibilidade e comunicação.
Esta pedagogia democrática faz-se pela mobilização dos cidadãos, abrindo as portas da Assembleia (atraindo a vinda de públicos, como os jovens, na sua maioria alheados da vida política), mas também promovendo a saída da Assembleia do seu reduto para melhor conhecer o município e os munícipes, descentralizando-se pelas nossas freguesias, dialogando com todos os que fazem desta nossa terra um lugar vibrante, criativo e dinâmico, mas também com aqueles que vivem nas margens da sociedade.
A Assembleia Municipal de Aveiro nunca poderá alhear-se das grandes questões que atravessem a sociedade aveirense nem esquecer o seu papel, estabelecido na Constituição e na Lei, como órgão deliberativo e fiscalizador para que foi mandatada pelos eleitores.
A cidade e o concelho vivem hoje uma nova realidade. Aveiro, Cidade dos Canais, é hoje uma cidade diferente, cada vez mais uma cidade europeia aberta ao mundo.
Hoje é comum ouvir nas nossas ruas falar inglês, alemão, francês e até chinês por força do turismo crescente, mas também da presença mais permanente de estrangeiros que também nos ajudam a abrir horizontes.
A universidade com os seus cerca de 15 000 alunos é hoje um parceiro estratégico com o município e com o concelho e a região, trazendo novas realidades ao tecido cultural, social e económico.
Aveiro, é a Next Stop para o New York Times, a “cidade dos canais e doces de ovos” para a TV Globo. Os nossos ovos moles e a nossa imagem vão de Aveiro ao mundo inteiro. Esta onda está a crescer e temos que saber “surfar” nela.
A marca Aveiro tem que ser como o campeão: ter ambição, procurar a excelência, suar para alcançar resultados duradouros e sustentáveis, ter uma atitude ganhadora e afirmativa.
Hoje o sucesso reside claramente no trabalho em rede, seja a nível individual, seja a nível das instituições.
Temos que combater o paroquialismo serôdio e arriscar inovar novas formas da governação autárquica e pensar estrategicamente o futuro de Aveiro e da sua região.
Sucedo no honroso cargo de Presidente da Assembleia Municipal de Aveiro a uma plêiade de grandes personalidades: desde António Soares Machado em 1977, a que se seguiram Alberto Branco Lopes, Francisco Encarnação Dias, Rogério Leitão, Carlos Candal, Regina Bastos, Miguel Capão Filipe e finalmente António Nogueira Leite.
Em todos eles reconheço exemplos de cidadania e de dedicação à causa de Aveiro. Os seus retratos no edifício da Assembleia Municipal serão sempre para mim rostos que lembrarão a responsabilidade do lugar que ocupo.
Eu e os deputados à Assembleia Municipal assinamos publicamente um compromisso de honra que deverá ser do primeiro ao último dia do nosso mandato, o guia da nossa consciência cívica.
Como alguém disse um dia, será a altura de nos perguntarmos sobre o que podemos fazer como cidadãos pelo nosso concelho. Aveiro precisa do contributo de todos “que vierem por bem”. Da parte da Assembleia Municipal de Aveiro e do seu presidente, contem com o meu empenho em sermos verdadeiros representantes do povo nos seus anseios e preocupações.
Todos juntos vamos contribuir para a melhoria da qualidade de vida do nosso concelho nas suas dez freguesias: Aradas; Cacia; Eixo e Eirol; Esgueira; Glória e Vera Cruz; Oliveirinha; Requeixo; Nossa Senhora de Fátima e Nariz; Santa Joana; São Bernardo e São Jacinto.
Parafraseando esse cantor da liberdade também ele aveirense, espero ver nesta caminhada em cada esquina um amigo, em cada rosto a igualdade e em Aveiro uma terra de fraternidade.
Viva Aveiro, viva Portugal!
Luís Manuel Souto Miranda
Presidente da Mesa da Assembleia Municipal de Aveiro
quadriénio 2017-2021
     
Regimento da Assembleia Municipal (2013-2017)
Na sessão extraordinária de novembro, a Assembleia Municipal de Aveiro aprovou, por maioria, a alteração ao regimento da Assembleia Municipal de Aveiro.

O Regimento da Assembleia Municipal, para o ...
Arquivo de notícias
Para ver notícias mais antigas (arquivo) da Assembleia Municipal clique em Histórico
Você é o Visitante nº:
11901312
am.aveiro@cm-aveiro.pt /\ Copyright 2011 Câmara Municipal de Aveiro
1024x780